Posts in Uncategorized

PISO PERMEÁVEL DA LINHA DRENOSTONE É SUCESSO NA CASA COR PARANÁ

PISO PERMEÁVEL DA LINHA DRENOSTONE É SUCESSO NA CASA COR PARANÁ

foto (4)

Está em exposição no Espaço Náutico da CASA COR PARANÁ o piso permeável da Linha Drenostone, opção sustentável escolhida pela Arquiteta Luciana Glock, responsável pelo projeto.

O piso permeável da Linha Drenostone tem como principal característica permitir a passagem direta da água da chuva diretamente para o solo, funcionando como um gramado e evitando assim uma sobrecarga nas redes públicas de coleta de água, o que reduz a ocorrência de enchentes.

Faça uma visita a CASA COR PARANÁ 2013 e confira esta novidade.

Esta edição da CASA COR PARANÁ acontece no Clube União Juventus na Rua Francisco Domakoski, 153 – Ecoville, à partir do dia 02 de agosto até o dia 15 de setembro de 2013.

Para maiores informações sobre o evento visite: www.casacor.com.br/parana

 

CCN REVESTONE NA CASA COR 2013 EM CURITIBA

A CCN Revestone estará presente na Casa Cor Paraná 2013.

Náutico_03

À convite da Arquiteta Luciana Glock a CCN Revestone participará da Casa Cor 2013 no Espaço Náutico ao lado direito do Hall de entrada, mostrando a Lajota Permeável de Concreto, novidade que está sendo chamada de “Gramado de Concreto”. Este revestimento oferece o conforto e a praticidade de um piso de concreto convencional com a vantagem de permitir a passagem da água da chuva diretamente para a terra.

Faça uma visita a Casa Cor 2013 e confira esta novidade.

Esta edição da Casa Cor Paraná acontecerá no Clube União Juventus na Rua Francisco Domakoski, 153 – Ecoville, à partir do dia 02 de agosto até o dia 15 de setembro de 2013.

Para maiores informações sobre o evento visite: www.casacor.com.br/parana

 

NORMATIZAÇÃO

SINDICAF ALERTA FABRICANTES DE BLOCOS ESTRUTURAIS DE CONCRETO

NORMAS PARA FABRICAÇÃO DE BLOCOS DE CONCRETO

Os fabricantes de blocos de concreto terão seis meses para se adequarem as normas estabelecidas pela ABNT

Com a publicação no dia 2 de maio de 2013 no Diário Oficial da União, da Portaria nº 220, de 29 de abril de 2013, elaborada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO, estipulou o prazo de 6 (seis) meses para todas as indústrias fabricantes de blocos estruturais de cimento se adequem as normas regulamentadoras dispostas nas NBR 6136, NBR 12118, Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), órgão responsável pela normalização técnica no país.

Segundo as palavras do executivo da comissão dos fabricantes de blocos de concreto do Estado do Paraná, Sr. Thomaz Javorski, “a portaria do INMETRO, é imperativa ao determinar a conformidade com as normas estabelecidas pela ABNT, órgão responsável pela normatização deste produto, sendo que o controle de qualidade na fabricação de blocos de concreto vem ao encontro das diretivas da comissão.”

O Sr. Thomaz Javorski ressalta que, a portaria do INMETRO tem o intuito de agregar qualidade ao produto, bem como está em consonância com a legislação consumerista brasileira, a qual prevê em seu art. 39, VIII a proibição da venda de produtos em desacordo com as normas expedidas por órgãos oficiais.

Neste sentido, a Comissão prevê que, nos próximos meses, haverá regulamentação similar para as indústrias de pavimentação intertravada (PAVER).

Sendo assim, o Sindicaf-PR, através da Comissão de Fabricantes de Blocos de Concreto, notificará todas as empresas fabricantes de blocos de concreto a partir do mês de junho/2013, já que as mesmas serão objeto de FISCALIZAÇÃO a partir de dezembro/2013, por diferentes órgãos, inclusive pelo Ministério Público mediante denúncia.

Ainda, é importante ressaltar que os fabricantes que insistirem em produzirem blocos de concreto em desacordo com as normas estabelecidas estarão passíveis das sanções previstas no art. 55 do Código de Defesa do Consumidor, dentre as quais se destacam:

-Multa

-Proibição de Fabricação

-Apreensão e inutilização de produtos

-Suspensão da Atividade

-Cassação de Licença

-Interdição do Estabelecimento

Para melhor entendimento da Portaria 220 de 29 de abril de 2013, disponibilizamos em nosso SITE o link para esta portaria. Desta forma, poderá ser baixada na sua integralidade, bem como todas as normas a serem seguidas.

 

http://www.inmetro.gov.br/legislacao/rtac/pdf/RTAC001974.pdf

http://www.fiepr.org.br/sindicatos/sindicaf/

PROGRAMA SEBRAE 2014

A CCN Revestone participa do Programa SEBRAE 2014 Construção Civil: treinamentos e workshops para a atualização e aprimoramento profissional numa preparação para atender as demandas da Copa do Mundo de 2014.
SEBRAE 2014

PAVIMENTO PERMEÁVEL

3735
PISO INTERTRAVADO

Solução sustentável para combater enchente

Piso intertravado é utilizado há mais de trinta anos em países como Estados Unidos, Alemanha e Inglaterra
Reportagem: Silvério Rocha

As enchentes constituem-se num problema que se agrava cada vez mais nas metrópoles brasileiras, ocasionando tragédias como a que se abateu sobre a Região Serrana do Rio de Janeiro, no início deste ano de 2011. A progressiva impermeabilização das cidades, ocasionando maior volume de água que chega em muito menos tempo aos córregos e rios, é uma das principais causas da ocorrência de enchentes atualmente. O pavimento permeável é uma das melhores opções para minimizar a impermeabilização das cidades, por suas características de permitir a infiltração da água para o solo e por sua versatilidade de uso, pois pode ser utilizado em calçadas, parques, praças, quadras poliesportivas, estacionamentos e ruas de tráfego leve.

O pavimento permeável já é utilizado com sucesso há mais de trinta anos nos Estados Unidos e em países europeus, como Inglaterra e Alemanha, embora de uso relativamente recente no Brasil. A técnica, porém, já tem inclusive orientações técnicas para profissionais da construção, como a recém-lançada, pela Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), cartilha sobre as “Melhores Práticas – Pavimento Intertravado Permeável”. De acordo com a engenheira Mariana Marchioni, da ABCP, uma comissão da Associação Brasileira de Normas Brasileiras (ABNT) deve começar a trabalhar em breve no desenvolvimento de norma específica para o pavimento intertravado de concreto permeável.

Segundo o arquiteto Carlos Alberto Tauil, consultor técnico da BlocoBrasil – Associação Brasileira de Fabricantes de Blocos de Concreto, “ a criação de normas, cartilhas e orientações técnicas para o projeto e execução do sistema de pavimento intertravado de concreto permeável é fundamental para termos obras de qualidade, adequadamente projetadas e executadas”. Essa preocupação, de acordo com o arquiteto, deve-se ao fato de que muitas prefeituras e mesmo construtoras e incorporadoras muitas vezes não seguem as orientações técnicas, realizando obras com pavimento intertravado de concreto sem projeto ou sem seguir o determinado pelo projeto.

As obras de pavimentação de calçadas, parques, estacionamentos e ruas, entre outras, que utilizam o sistema de pavimento permeável precisam também seguir rigorosamente o especificado pelo projeto, que define por exemplo qual a destinação da água (reservatório granular e deste para um ponto de drenagem ou ser absorvida pelo solo), o dimensionamento da espessura das camadas, estabelecido em função de diversos fatores (volume e tipo de tráfego: pesado, médio ou leve), entre outros fatores. “As premissas para uma obra sustentável de pavimento intertravado permeável são, assim como no pavimento convencional, a existência de um bom projeto e uma execução cuidadosa, que siga o especificado no projeto”, avalia Tauil.

De acordo com os especialistas, seguidas as boas normas técnicas para o projeto e a obra, que deve utilizar sempre o produtos fabricados com empresas que têm o Selo de Qualidade da ABCP, o pavimento permeável é uma das melhores soluções para evitar a impermeabilização das cidades e, portanto, para a prevenção das enchentes. “O pavimento intertravado de concreto permeável é uma opção importante e que deve ser sempre considerada por administradores públicos, projetistas, incorporadores e construtores. A sociedade só tem a ganhar com o seu uso”, afirma Tauil.

MATÉRIA PUBLICADA PELA REVISTA PRISMA
http://www.revistaprisma.com.br/novosite/noticia.asp?cod=3080

CCN REVESTONE AFILIA-SE AO SINDICAF

A CCN Revestone afiliou-se nesta quarta-feira dia 03/04/2013 ao SINDICAF – Sindicato das Indústrias de Produtos e Artefatos de Cimento, Fibrocimento e Ladrílhos Hidráulicos do Estado do Paraná, fazendo parte também da Comissão de Fabricantes de Blocos de Concreto, com o objetivo de agregar esforços para o fortalecimento do setor. Visite o site do SINDICAF para maiores informações: www.sindicaf.com.br

A IMPORTÂNCIA DE ASSOCIAR-SE AO SINDICATO
O SINDICAF trabalha para melhorar o ambiente de negócio de seus associados, buscando defender os direitos e interesses coletivos ou individuais, oferecendo-lhes facilidades e respaldos nas resoluções necessárias. Além de todos os benefícios normais do Sindicato, as empresas associadas têm benefícios do Sistema FIEP, através de suas casas SESI, SENAI E IEL.

O empresário começará a receber informações de várias opções para sua Indústria, tais como: Cartão Sesi, Clube da Indústria, Senai Empresas, Programa de Gestão de Resíduos, Segurança e Saúde no Trabalho, Colégio Sesi, Cursos e Capacitações Técnicas e tantas outras opções do Sistema. Terá também o apoio do SEBRAE através de projetos que englobam toda a cadeia produtiva da construção civil, realizando ações de qualificação, tecnologia, inovação, inteligência de mercado e gestão ambiental.

Os associados terão assessorias jurídicas de forma coletiva e consultoria sobre diversos temas no direito do trabalho, sindical e tributário, através de parceria com um escritório de advocacia especializado.

Através do associativismo, a entidade se fortalecerá, podendo melhorar os custos para seus associados, contratando apólice de seguro em grupo, aquisição de cesta básica para todos associados, baixando assim o custo.

Qualquer categoria uma vez organizada em um Sindicato está mais preparada para enfrentar as dificuldades e negociar com os poderes constituídos buscando soluções em comum, daí a importância do empresário se associar ao SINDICAF.

CÉSAR LUIZ REUTER

PRESIDENTE SINDICAF-PR